Segunda, 23 de Maio de 2022
26°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Saúde Fique atento!

SES alerta para necessária atualização cadastral para atendimento na Caravana da Saúde

A atualização cadastral pode ser feita em qualquer unidade básica de saúde, tanto na Capital quanto nos municípios pelo interior do Estado.

12/05/2022 às 08h00
Por: Redação Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
SES alerta para necessária atualização cadastral para atendimento na Caravana da Saúde

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) está fazendo um alerta à população sul-mato-grossense que aguarda por consultas ou cirurgias em atendimento na Caravana da Saúde.

É necessário para o agendamento, que o cadastro do paciente esteja atualizado. Caso contrário, o interessado, e acima de tudo, necessitado, poderá e estão perdendo a vaga aguardada, mas já então conquistada em lista de espera.

A perda está acontecendo, e a SES não pode prosseguir o atendimento sem a documentação atual, até exigida pelo SUS (Sistema Único de Saúde), para localização das pessoas e verificação/fiscalização dos serviços em quantia por região ou ações realizadas pelo Poder Púlbico.

O gerente do Programa Caravana da Saúde, Alessandro Pinho, ratifica que muitos agendamentos estão sendo perdidos por conta da falta de atualização cadastral.

“A atualização cadastral pode ser feita em qualquer unidade básica de saúde, tanto na Capital quanto nos municípios pelo interior do Estado. Mas, muitos não estão se atentando para isto e estão perdendo tempo, tanto pelos muitos cancelamentos em andamento, quanto pela paralisia dos serviços e ações que outros perdem”, disse Pinho.

Caravana

Entre cirurgias e exames, 70 mil procedimentos médicos de média e alta complexidades serão realizados em Mato Grosso do Sul até outubro de 2022 na nova etapa da Caravana da Saúde.

O mutirão foi lançado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, no dia 2 de dezembro de 2021.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias