Quarta, 26 de Janeiro de 2022
31°

Nuvens esparsas

Campo Grande - MS

Cidades Parabéns Prefeito!

Campo Grande não terá carnaval de rua em 2022

Governador afirmou que prefeitos estão livres para decidir sobre eventos, obedecendo Prosseguir

26/11/2021 às 17h15 Atualizada em 27/11/2021 às 06h55
Por: Redação Fonte: CGNotícias
Compartilhe:
Campo Grande não terá carnaval de rua em 2022

O prefeito Marquinhos Trad anunciou, na tarde desta sexta-feira, que Campo Grande não terá Carnaval de rua no próximo ano. A decisão levou em conta a preocupação das autoridades de Saúde com a Covid-19.

“Estamos retomando, de maneira gradual, a nossa vida normal, mas ainda vivemos a incerteza do afastamento do perigo da Covid-19 e o surgimento de novas variantes, que preocupam técnicos em Saúde do mundo inteiro. Em razão disso, em Campo Grande, optamos por não ter o Carnaval de rua. Seria imprudente e irresponsável contrariar a ciência e colocar em risco a saúde da nossa gente”, justificou o prefeito Marquinhos Trad.

A Prefeitura dará todas as condições as Escolas de Samba, através da LIENCA – Liga das Escolas de Samba de Campo Grande, bem como já abriu o diálogo para a construção de um possível novo formato para a realização dos desfiles, de forma on-line e seguindo as legislações vigentes no período.

Os eventos particulares, realizados em clubes ou casas noturnas, terão que seguir regras de biossegurança, que serão definidas, excepcionalmente, por uma comissão a ser criada para este fim.

Já é possível adiantar que nestes eventos será estabelecido limite máximo de público e exigido o distanciamento e uso obrigatório de máscara de proteção individual.

Já o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou que, caso as prefeituras decidam realizar as festividades, precisam respeitar o Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia).

“O programa Prosseguir é que vai oferecer um diagnóstico da situação epidemiológica, emitindo recomendações a todos os municípios. A decisão sobre a realização do carnaval é prerrogativa dos prefeitos”, destacou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias