Sexta, 26 de Novembro de 2021
28°

Nuvens esparsas

Campo Grande - MS

Internacional Luto

Colin Powell morre aos 84 anos por complicações da Covid-19

Ele foi o 1º secretário de Estado afro-americano dos Estados Unidos

18/10/2021 às 09h13
Por: Redação Fonte: Correio do Povo
Compartilhe:
Colin Powell morre aos 84 anos por complicações da Covid-19

O primeiro negro a ser secretário de Estado nos EUA, Colin Powell, morreu aos 84 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. O anúncio foi feito pela família do ex-secretário nesta segunda-feira (18) por meio do Facebook. 

"O general Colin L. Powell, ex-secretário de Estado dos EUA e presidente do Estado-Maior Conjunto, faleceu esta manhã devido a complicações da Covid 19. Ele foi totalmente vacinado. Queremos agradecer à equipe médica do Centro Médico Walter Reed por seu tratamento cuidadoso. Perdemos um marido, pai, avô notável e amoroso e um grande americano", diz a publicação. 

Powell esteve presente em várias administrações do partido republicano do país e sua participação no governo influenciou grandemente a política externa estadunidense. Ele foi conselheiro de Segurança Nacional na administração de Ronald Reagan, participou da coalização dos EUA durante a Guerra do Golfo e foi secretário de Estado de George W. Bush até 2005.

O primeiro negro a ser secretário de Estado nos EUA, Colin Powell, morreu aos 84 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. O anúnciou foi feito pela família do ex-secretário nesta segunda-feira (18) por meio do Facebook. 

"O general Colin L. Powell, ex-secretário de Estado dos EUA e presidente do Estado-Maior Conjunto, faleceu esta manhã devido a complicações da Covid 19. Ele foi totalmente vacinado. Queremos agradecer à equipe médica do Centro Médico Walter Reed por seu tratamento cuidadoso. Perdemos um marido, pai, avô notável e amoroso e um grande americano", diz a publicação. 

Powell esteve presente em várias administrações do partido republicano do país e sua participação no governo influenciou grandemente a política externa estadunidense. Ele foi conselheiro de Segurança Nacional na administração de Ronald Reagan, participou da coalização dos EUA durante a Guerra do Golfo e foi secretário de Estado de George W. Bush até 2005.

Defensor da guerra no Iraque, Powell fez um longo discurso em 5 de fevereiro de 2003 no Conselho de Segurança da ONU sobre as armas de destruição em massa que o regime de Bagdá supostamente possuía. Seus argumentos foram a base para justificar a invasão do país algumas semanas depois.

Anos mais tarde, ele admitiu que o caso era uma "mancha" em sua reputação."É uma mancha... e sempre fará parte do meu histórico. Foi doloroso. É doloroso agora", disse Powell em uma entrevista ao canal ABC News em 2005.

Nascido em 5 de abril de 1937 no Harlem, ele cresceu em Nova Iorque e se formou em Geologia. O militar também participou do Corpo de Treinamento de Oficiais da Reserva (ROTC) na faculdade e, ao se formar em junho de 1958, recebeu a patente de segundo-tenente do exército dos Estados Unidos e foi enviado para a então Alemanha Ocidental.

Powell cumpriu duas missões Vietnã - em 1962-1963 como um dos milhares de conselheiros militares de John F. Kennedy, e novamente em 1968-1969 para investigar o massacre de My Lai.

Apesar de na história ter estado mais alinhado ao partido republicano, nas últimas eleições dos EUA, Powell anunciou que votou no então candidato do partido democrata Joe Biden. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias