Segunda, 21 de Junho de 2021 06:23
0
Cidades Mais investimentos!

Projetos aprovados pelo CODECON devem gerar mais de 250 novos empregos em Campo Grande

O número de empregos atuais chega a 745

06/05/2021 13h06
Por: Redação Fonte: CGNotícias
Projetos aprovados pelo CODECON devem gerar mais de 250 novos empregos em Campo Grande

O Codecon (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Grande) realizará na próxima terça-feira (11) a terceira reunião deste ano. A expectativa é apreciar e votar seis projetos que deram entrada na Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia) através da Lei do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico Social).

Se aprovados, esses projetos empresariais deverão gerar 252 novos empregos em Campo Grande, com investimentos aproximados de R$ 34 milhões.

Ainda na reunião do dia 11, será empossado no Codecon o novo Secretário da Sedesc, Rodrigo Terra, que já participou no último dia 19 da assinatura dos dois termos de compromisso de incentivos para as empresas Brasráfia e Sidney Odontologia, projetos aprovados pelo Prodes que garantem o investimento de mais de 1,2 milhões e cerca de 21 novos empregos diretos, além da manutenção de 224 postos de trabalho.

Cerca de 54 processos com projetos empresariais aprovados pelo Codecon nos últimos meses já estão concluídos e aguardando momento para encaminhamento à Câmara Municipal para análise e votação. Reunidos, esses projetos representam pouco mais de R$ 274 milhões em investimentos fixos, garantindo a criação de 1.299 novos empregos no município.

Algumas dessas empresas já atuam em Campo Grande e estão solicitando benefícios para ampliação das atividades. O número de empregos atuais chega a 745.

Novo Prodes

Novos ajustes estão sendo realizados na minuta de atualização da Lei do Prodes, que terá um texto de acordo com as exigências do mercado. A Lei, de 1999, deverá ser menos burocrática e mais abrangente, permitindo facilitar os investimentos que conduzam ao desenvolvimento socioeconômico, atendendo os anseios do setor produtivo, principalmente neste momento da retomada do desenvolvimento econômico pós-pandemia.

Desburocratizando o acesso aos benefícios, a nova Lei do Prodes deverá abrir espaços às empresas já instaladas, atraindo novos investimentos com apoio ao pequeno, médio e grande empresário, garantindo os elementos básicos para o desenvolvimento socioeconômico de Campo Grande.  A nova Lei do Prodes deverá garantir o desenvolvimento econômico sustentável do município, suprindo as demandas atuais e garantindo as necessidades das futuras gerações com a preservação do meio ambiente.

Ele1 - Criar site de notícias