Sábado, 15 de Maio de 2021 22:17
0
Internacional Na pauta!

Governo de Portugal diz que acordo com Mercosul é prioridade do país na UE

Pacto não será esquecido, diz ministro, apesar da preocupação com o meio ambiente

02/05/2021 09h28
Por: Redação Fonte: Poder360
Governo de Portugal diz que acordo com Mercosul é prioridade do país na UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, assegurou na 6ª feira (30.abr.2021) que a presidência portuguesa do Conselho da UE (União Europeia) trabalha para garantir o acordo comercial entre UE e Mercosul. Segundo a autoridade, o pacto comercial “não será esquecido”.

A declaração foi dada na sessão de encerramento de uma conferência sobre a sustentabilidade do acordo UE-Mercosul. De acordo com o ministro, Portugal sempre foi defensor destas negociações e, por essa razão, o governo português definiu “a ratificação do acordo com o Mercosul” como uma das prioridades da presidência.

Atualmente, o acordo UE-Mercosul, realizado em junho de 2019, está em processo de finalização. Ainda é preciso concluir os procedimentos técnicos, como a tradução e a revisão jurídica. Além disso, há muita resistência de países do bloco quanto às políticas de Jair Bolsonaro, sobretudo no meio ambiente.

O lobby do setor de agricultura e pecuária, que recebe subsídios na Europa, também é visto como um entrava, dado o dinamismo do agronegócio brasileiro.

Augusto Santos Silva afirmou, inclusive, que nos últimos meses foi destacada a preocupação de países do bloco em relação ao manejo ambiental, por causa do desmatamento na Amazônia brasileira. Para ele, no entanto, o pacto poderá ter um papel positivo no que tange a preservação ambiental.

ACORDO UE-MERCOSUL

Após 20 anos de negociações, um pacto comercial entre o Mercosul e a UE foi firmado em junho de 2019. O acordo envolve questões tarifárias e não tarifárias. No entanto, as negociações estão travadas desde então, devido a atritos políticos relacionados à sustentabilidade e à proteção do meio ambiente dos líderes europeus com o governo Bolsonaro.

Ele1 - Criar site de notícias