Sábado, 15 de Maio de 2021 23:27
0
Política & Geral "Reerguer o País"

“Empresários deviam fazer reza e pagar promessa para que eu voltasse”, diz Lula

Em entrevista à Al Jazeera, Lula também condenou a atuação de Bolsonaro na pandemia do novo coronavirus

17/04/2021 16h00
Por: Andressa Macedo Fonte: Poder360
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

Em entrevista publicada pela TV Al Jazeera, do Catar, neste sábado (17.abr.2021), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que “empresários brasileiros, donos de fundos e os banqueiros deveriam estar todos os dias, fazendo uma reza e pagando promessa para que eu voltasse a governar o Brasil“.

O petista cita conquistas econômicas de seu mandato para dizer que ele seria o melhor nome para reerguer o país depois da pandemia. Lula ainda falou sobre as eleições de 2022, as recentes anulações de seus processos em Curitiba, e sobre uma suposta interferência de países estrangeiros na política nacional. Assista a entrevista na íntegra.

Lula voltou a dizer que não pretende falar em eleições neste momento. “É humanamente impossível você imaginar que um politico, que aparece na disputa eleitoral com amplas chances de ganhar, vai dizer que não é candidato. Quando chegar no momento de escolher, se eu estiver em condições e os partidos progressistas no Brasil entenderem que o meu nome pode ser o melhor, obviamente que eu estarei disposto a ser candidato, eu só estou dizendo que não é a minha prioridade agora discutir candidatura.”

O ex-presidente disse que Bolsonaro nunca levou a pandemia a sério, receitou remédios sem comprovação de eficácia e não adotou medidas restritivas para evitar a disseminação do vírus.

“Parte da crise que estamos vivendo é da total irresponsabilidade do nosso governo. Ele (Bolsonaro) não foi responsável com o povo brasileiro, não foi responsável com a ciência, não é responsável com o sistema de saúde no Brasil, e por isso o Brasil hoje virou o epicentro do covid-19.”

O petista também foi questionado sobre as recentes anulações de suas condenações e a atuação do ex-juiz Sérgio Moro em seus processos. Lula respondeu: “O Sérgio Moro não é um juiz, ele é um mentiroso porque ele mente a meu respeito desde que o meu processo foi para Curitiba. Nós já estamos contando a falsidade da denúncia contra mim faz 5 anos, e somente agora a Suprema Corte resolveu tomar uma decisão.”

Lula ainda acusou a Operação Lava-jato de ter fechado 4,4 milhões de postos de trabalho, e de ter agido com a ajuda do Departamento de Justiça dos EUA e de procuradores suíços. “Nós temos vídeos gravados de procuradores americanos batendo palma pela minha prisão, nós temos vídeos de procuradores falando que era necessário me prender, e nós temos documentos provando a participação de procuradores suíços.”

O ex-presidente voltou a citar uma suposta interferência de países estrangeiros: “Eu tenho certeza de que havia interesses políticos brasileiros, interesses políticos americanos, e interesse dos procuradores da Suíça. Era muito dinheiro que estava em jogo. A Petrobras era a terceira empresa de petróleo do mundo. Então tinha interesse, mas isso o tempo vai se encarregar de mostrar.”

Ele1 - Criar site de notícias