Segunda, 19 de Abril de 2021 03:02
67 99879-8533
Política & Geral Reativação Hospital

William Maksoud pede reativação do Hospital da Mulher no bairro Moreninha III

Procurada, a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) lembrou que a estrutura do local foi embargada pelos órgãos fiscalizadores em dezembro de 2016, por não atender as exigências sanitárias.

07/04/2021 18h03 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação 2 Fonte: Assessoria de Imprensa Vereador William Maksoud
William Maksoud pede reativação do Hospital da Mulher no bairro Moreninha III

Uma das funções do vereador é levar as demandas da população aos órgãos responsáveis, através de indicação para providências sobre determinados assuntos de interesse público. Nessa quinta-feira (8), William Maksoud apresenta uma indicação muito solicitada por moradores do bairro Moreninha III e região: a reativação do Hospital da Mulher "Vó Honória Martins Pereira". 

Localizado na Rua Guarabu da Serra, Bairro Vila Moreninha III – Região Bandeira, o local era referência para atendimento de mulheres na região e em toda Campo Grande. 

“É uma solicitação dos moradores, tendo em vista a importância para a saúde das mulheres do bairro e região, assim evitando o deslocamento para unidades distantes em busca de tratamento e atendimento”, justificou o parlamentar.

Procurada, a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) lembrou que a estrutura do local foi embargada pelos órgãos fiscalizadores em dezembro de 2016, por não atender as exigências sanitárias. 

“Em fevereiro de 2018, a atual gestão chegou a iniciar as adequações para reativar a unidade para implantação do Programa Casa de Parto Normal e Pequenas Cirurgias. Com a reforma, a proposta era retomar os procedimentos pré e pós parto e habilitar a unidade para fazer pequenas cirurgias, além de atendimentos ambulatoriais de pré-natal e ginecologia. No entanto, no mesmo ano, as obras foram interrompidas em razão da necessidade de adequações no projeto”, explicou a assessoria.

Ainda segundo o setor de comunicação da pasta, “a expectativa é de que o projeto seja retomado neste ano, sendo a unidade em um hospital cirúrgico que vai operar junto com um centro de diagnóstico. A proposta é implantar 23 leitos na unidade que contarão com vários equipamentos para exames como tomografo, raio-x e para endoscopia, entre outros”.

Ele1 - Criar site de notícias