Segunda, 25 de Janeiro de 2021 23:06
67 99879-8533
Polícia Decisão Judicial

Pedreiro que confessou 7 homicídios em Campo Grande vai a júri popular por morte de comerciante

Ele foi pronunciado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

12/01/2021 10h23
25
Por: Andressa Macedo Fonte: G1 MS
Cléber, de camiseta verde, indica onde escondeu corpo de uma das 7 vítimas — Foto: Vinicius Santana/Arquivo Pessoal
Cléber, de camiseta verde, indica onde escondeu corpo de uma das 7 vítimas — Foto: Vinicius Santana/Arquivo Pessoal

A Justiça de Mato Grosso do Sul mandou a júri popular o pedreiro Cléber de Souza Carvalho, de 44 anos, que confessou ter matado 7 pessoas em Campo Grande. A pronúncia, publicada no Diário Oficial desta terça-feira (12), é pelo assassinato do comerciante José Leonel Ferreira Santos, de 61 anos, última vítima dele.

Conforme a pronúncia, Cléber vai a julgamento por homicídio qualificado pelo motivo torpe, uso do meio cruel e do recurso que dificultou a defesa da vítima. Ele também responde pelo crime de ocultação de cadáver.

Na mesma decisão, a Justiça mantém presa a esposa de Cléber, acusada de envolvimento na morte de José Leonel.

Serial Killer

Cléber Carvalho confessou os sete homicídios após ser preso pela morte de José Leonel, cujo corpo foi encontrado no dia 7 de maio de 2020. O comerciante foi atingidos a golpe de ferro na cabeça.

O crime teve o envolvimento da esposa e da filha do pedreiro. O objetivo da família era matar José Leonel para ficar com a casa dele.

Depois da prisão por esse homicídio, Cléber levou a polícia até os locais onde havia enterrado e escondido os corpos das outras seis vítimas.

José Leonel Ferreira, morto com golpes de ferro na cabeça — Foto: Arquivo de família

 

Ele1 - Criar site de notícias