Segunda, 25 de Janeiro de 2021 13:18
67 99879-8533
Polícia Na capital

Polícia intima para depoimento sogra e antiga esposa de empresário morto a tiros pelo ex-cunhado em MS

Investigação possui 10 dias para encerrar o inquérito e também aguarda a entrega, por parte da defesa, de supostas ameaças por WhatsApp que a vítima estaria fazendo ao suspeito, há cerca de um ano.

04/12/2020 14h16
39
Por: Andressa Macedo Fonte: G1 MS
Erick Wagner Batista foi morto com quatro tiros ao buscar o filho na casa da ex-sogra, em Campo Grande (MS). — Foto: Redes sociais
Erick Wagner Batista foi morto com quatro tiros ao buscar o filho na casa da ex-sogra, em Campo Grande (MS). — Foto: Redes sociais

A Polícia Civil intimou para prestar esclarecimentos a sogra e a antiga esposa do empresário de 42 anos, morto a tiros pelo ex-cunhado, de 25 anos. Segundo o delegado Mikaill Faria, responsável pelas investigações, a investigação também aguarda a entrega, por parte da defesa, de supostas ameaças por WhatsApp que a vítima estaria fazendo ao suspeito, há cerca de um ano.

Com a confissão do cunhado, os depoimentos e buscas, o delegado diz que pretende encerrar o inquérito ainda na próxima semana, já que ele possui o prazo de 10 dias, por conta do flagrante.

Suspeito teve prisão convertida

Nessa quinta-feira (3), após passar por audiência de custódia, em Campo Grande, o médico veterinário teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Conforme testemunhas, ele teria agido em legítima defesa, já que estaria sendo ameaçado.

Há cerca de um ano, a vítima estava em processo de separação da irmã do suspeito, discutindo a separação litigiosa e, desde então, o suspeito também estaria envolvido, ocasionando "muitas rusgas na família", conforme o delegado.

Nessa quarta-feira (2), quando o empresário Erick Wagner Batista Inserra foi buscar o filho na casa sogra, que mora com o ex-cunhado, houve uma discussão. O médico veterinário então alegou que "perdeu a cabeça", entrou na casa, pegou a arma e já saiu "correndo e atirando" na vítima, tendo feito ao menos quatro disparos.

O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil e está sendo investigado.

Ele1 - Criar site de notícias