Domingo, 29 de Novembro de 2020 09:17
67 99879-8533
Brasil Queimadas

Ministério da Economia anuncia remanejamento de R$ 60 milhões ao Meio Ambiente

Ibama suspendeu as ações de combate a incêndios no país alegando falta de verba. Em nota, órgão falou em "exaustão de recursos"

23/10/2020 17h07
50
Por: Andressa Macedo Fonte: correiobraziliense.com.br
(crédito: AFP / Mauro PIMENTEL)
(crédito: AFP / Mauro PIMENTEL)

O Ministério da Economia anunciou que está remanejando R$ 60 milhões do limite de pagamento para o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Repasse será confirmado em portaria, a ser publicada no Diário Oficial da União (DOU). A informação já havia sido divulgada mais cedo pelo ministro do MMA, Ricardo Salles, em sua página da rede social Twitter.

“Quero agradecer ao nosso Min. Paulo Guedes que acaba de me informar que deve liberar, ainda hoje, os 60 milhões necessários à continuidade das ações do IBAMA no combate às queimadas e ao desmatamento ilegal. Tks [thanks, obrigado em inglês] PG [Paulo Guedes]”, escreveu Salles.

Polêmica

O repasse vem em meio à polêmica após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) suspender as ações de combate a incêndios por falta de recurso. Na última quinta-feira (22), o órgão divulgou uma nota afirmando que suspendeu os trabalhos por “exaustão de recursos", frisando que enfrenta dificuldades desde setembro "quanto à liberação financeira por parte da Secretaria do Tesouro Nacional", com atrasos de R$ 19 milhões.

“Para a manutenção de suas atividades, o Ibama tem recorrido a créditos especiais, fundos e emendas. Mesmo assim, já contabiliza R$ 19 milhões de pagamentos atrasados, o que afeta todas as diretorias e ações do instituto, inclusive, as do Prevfogo”, informou.

Ele1 - Criar site de notícias