Segunda, 30 de Novembro de 2020 00:12
67 99879-8533
Polícia Operação Free Pass

PF investiga quadrilha de contrabandistas de cigarro que teria participação de servidor da Receita Federal

Operação Free Pass tem mandados sendo cumpridos em MS e no PR; função de servidor na organização era “vigiar os demais colegas e informar aos contrabandistas os momentos em que estes poderiam” passar pela alfândega da Receita Federal sem serem revistados.

23/10/2020 09h30 Atualizada há 1 mês
30
Por: Andressa Macedo Fonte: G1 MS
PF investiga quadrilha de contrabandistas de cigarro que teria participação de servidor da Receita Federal

A Polícia Federal (PF) faz nesta sexta-feira (23) uma operação no Mato Grosso do Sul e Paraná para desarticular uma organização criminosa de contrabando de cigarros, que contaria com a participação de um servidor da Receita Federal para auxiliar na passagem das cargas pela fronteira do Paraguai com o Brasil.

A operação se chama Free Pass, passe livre em inglês, em referência justamente a facilidade que os contrabandistas encontravam para passar pela fronteira.

Aproximadamente 25 policiais cumprem cinco mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Naviraí, em endereços localizados em Mato Grosso do Sul e no Paraná.

Segundo a PF, a investigação que levou a operação começou após a apreensão de uma carga de cigarros contrabandeados, em município de Mundo Novo, próximo a fronteira com o Paraguai e a divisa com o Paraná.

No decorrer da investigação foi apurada a existência de uma associação criminosa integrada por um servidor da Receita Federal lotado na alfândega em Mundo Novo.

Conforme a PF, a função desse servidor era “vigiar os demais colegas e informar aos contrabandistas os momentos em que estes poderiam” passar pela alfândega da Receita Federal sem serem revistados.

Ele1 - Criar site de notícias