Sábado, 24 de Outubro de 2020 01:42
67 99879-8533
Polícia Agressão

Mulher é agredida por dois homens armados ao visitar casal de amigos em Campo Grande

A vítima contou à polícia que três homens entraram na residência procurando por um homem identificado como "baixinho" e agrediram ela e a amiga.

18/10/2020 07h50
29
Por: Andressa Macedo Fonte: G1 MS
Uma mulher, de 27 anos, foi agredida na madrugada deste sábado (17), no bairro Mata do Jacinto. Ela estava na casa de amigos e a residência foi invadida por três homens armados em Campo Grande. Segundo o boletim de ocorrência, ela teria ido visitar o cas
Uma mulher, de 27 anos, foi agredida na madrugada deste sábado (17), no bairro Mata do Jacinto. Ela estava na casa de amigos e a residência foi invadida por três homens armados em Campo Grande. Segundo o boletim de ocorrência, ela teria ido visitar o cas

Uma mulher, de 27 anos, foi agredida na madrugada deste sábado (17), no bairro Mata do Jacinto. Ela estava na casa de amigos e a residência foi invadida por três homens armados em Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, ela teria ido visitar o casal quando um carro se aproximou da casa e parou em frente a residência. Com medo ela e os amigos correram para dentro da casa e se esconderam.

A vítima contou a polícia que escutou o barulho de três tiros, um deles atingiu a porta da frente da casa. Ao perceber que os homens haviam entrado no imóvel a ela se escondeu debaixo da cama com o filho.

A mulher relatou que foi encontrada por dois dos suspeitos e que esses ameaçaram "meter bala" na cabeça dela, caso não saísse. Ao puxarem ela e o filho do esconderijo gritaram que haviam encontrado o "baixinho".

Conforme o boletim, após perceberem que a criança não era o homem procurado, os suspeitos arrastaram a vítima até a cozinha da casa onde bateram nela. A vítima chegou a dizer que viu a amiga também sendo agredida, mas não pode fazer nada.

Ela relatou a polícia que durante todo o momento, o marido da amiga, a quem os suspeitos se referiam como "baixinho", estava escondido no banheiro e não foi encontrado.

A vítima descreveu para a polícia detalhes das características físicas dos suspeitos. O caso segue em investigação e foi registrado como ameaça na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

Ele1 - Criar site de notícias