Sexta, 07 de Agosto de 2020 19:33
67 99879-8533
Esportes Luto!

Apresentador do SporTV Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos

Jornalista precisou ser internado após complicações de coronavírus e sofreu cirurgia nesta segunda-feira após trombose venosa cerebral. Rodrigo estava em coma induzido na UTI.

28/07/2020 13h03
39
Por: Redação 2 Fonte: Lancenet
Rodrigo Rodrigues era escritor, músico, apresentador esportivo e jornalista - Foto: Reprodução/Instagram
Rodrigo Rodrigues era escritor, músico, apresentador esportivo e jornalista - Foto: Reprodução/Instagram

O Unimed-Rio informou, no começo da tarde desta terça-feira, o falecimento do jornalista, escritor e músico Rodrigo Rodrigues. Segundo o hospital, onde Rodrigo estava internado desde sábado, foi confirmada a morte encefálica após complicações da Covid-19. O apresentador do "Troca de Passes", do "SporTV", estava em coma induzido e o estado era grave.

Segundo a "Globo", Rodrigo, inicialmente, apresentou sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas disse que se sentia bem. Porém, no último sábado, ele piorou e apresentou um quadro com vômitos, desorientação e dor de cabeça. 

Classificado como "competente e bem humorado" por colegas da emissora, Rodrigo chegou a "Globo" em 2019 e substituiu, inicialmente, o apresentador Felipe Andreoli no programa "Globo Esporte SP". Após rodar em algumas atrações, ele assumiu o "Troca de Passes" depois que Thiago Maranhão deixou o programa. 

Leia o boletim médico divulgado na tarde desta terça-feira:

O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues.

O paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, em unidade de terapia intensiva, desde o último domingo, 26/07, após ter sido submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro grave e diagnóstico prévio de Covid-19.

Toda a equipe do Hospital Unimed-Rio se solidariza com familiares, amigos e admiradores do trabalho de Rodrigo Rodrigues.

Acompanhe abaixo a nota da "Globo" sobre o falecimento:

Com profunda tristeza, comunicamos o falecimento do nosso colega Rodrigo Rodrigues., apresentador do "SporTV", aos 45 anos, em função de complicações geradas pela Covid-19. Ele estava internado no Hospital da Unimed-Rio, no Rio de Janeiro, desde o dia 25/07. O apresentador teve confirmada a trombose venosa cerebral e chegou a passar por uma cirurgia após a internação.

Seu último dia de trabalho foi 9/7, quando relatou que um amigo, com quem teve contato, tinha acabado de testar positivo para a Covid-19. No dia 13/7, Rodrigo fez o teste e também teve o diagnóstico confirmado para a doença. Desde então, vinha recebendo todo nosso apoio e acompanhamento. Nos dias posteriores, apresentou sintomas como falta de paladar e olfato, mas dizia se sentir bem. No entanto, a situação mudou no último sábado. Segundo o boletim médico do hospital, Rodrigo deu entrada na emergência com quadro de dor de cabeça, vômito e desorientação.

Rodrigo atuava na "Globo" há um ano e deixa memórias e amizades de uma vida marcada pela dedicação ao jornalismo e ao esporte. Música, cinema e viagens, temas sobre os quais escreveu em seus livros, faziam parte da vida do apresentador, que também era guitarrista da banda "The Soundtrackers".

Desde o início da pandemia, as medidas de prevenção da doença e o apoio incondicional aos profissionais que contraíram a Covid-19 têm sido as prioridades da empresa. Reforçamos nossa solidariedade aos companheiros de equipe e às pessoas mais próximas de Rodrigo Rodrigues, especialmente à família, que está recebendo toda nossa assistência neste difícil momento.

Com carinho e com um sentimento de saudade diante da falta que ele certamente nos fará, nos despedimos de Rodrigo, lamentando a sua partida tão prematura e a ausência do seu bom humor em nosso dia a dia.

HISTÓRICO PROFISSIONAL

Rodrigo Rodrigues começou a faculdade de jornalismo em 1997, porém, antes disso, começou a a carreira na "Rede Vida", dois anos antes. Em 2001, ele foi para a "TV Cultura", onde integrou a equipe do programa "Vitrine", apresentado por Marcelo Tas. Rodrigo seguiu no canal até 2003, onde depois passou um breve período no "SBT".

Em 2005, Rodrigo iniciou sua caminhada na "Band", mas logo retornou a "TV Cultura", desta vez para ancorar o "Cultura-Meio Dia" ao lado de Maria Júlia Coutinho. Ele permaneceu na função até 2010.

MÚSICO E ESCRITOR: UM ARTISTA COMPLETO

Rodrigo Rodrigues brilhava nos palcos também. Em 2008, ele e outros colegas apaixonados por música se reuniram e formaram a banda "Soundtrackers", especializada em tocar trilhas de grandes sucessos do cinema. Rodrigo era o guitarrista do conjunto. Amante das viagens, "RR", como era conhecido pelos colegas e pelo público, escreveu livros com roteiros turísticos às cidades de Londres, na Inglaterra, e Paris, na França. 

No esporte, o apresentador ganhou um reconhecimento gigante. Ele assumiu a função como apresentador no programa "Bate-Bola", na "ESPN Brasil", e ainda esteve ativo na "TV Gazeta" em algumas mudanças da emissora esportiva na televisão. Rodrigo passou também por "Esporte Interativo" e "Rádio Globo".

RELEMBRE O CASO

O jornalista foi diagnosticado com a doença há 15 dias e afastado imediatamente. Desde o dia 9 de julho, a atração que ele comandava está nas mãos de Karina Alves e Fred Ring.

No sábado, o profissional não se sentiu bem, fez exames e acabou sendo internado por recomendação médica. De acordo com o boletim médico do Hospital Unimed, o jornalista sofreu uma trombose venosa cerebral (TVC) no sábado, quando deu entrada no local.

No domingo, o guitarrista da banda "Soundtrackers" precisou passar por uma cirurgia para diminuir a pressão no cérebro, sendo levado a coma induzido pela equipe médica da UTI.

As últimas informações liberadas pelo hospital Unimed-Rio, na Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro, indicavam que, até segunda-feira à noite, Rodrigo seguiu em coma induzido e em estado grave na UTI.

Ele1 - Criar site de notícias