Sábado, 06 de Junho de 2020 18:36
67 99879-8533
Política Presidente

Bolsonaro diz que vai se manifestar sobre demissão de Moro para "restabelecer a verdade"

Presidente foi acusado pelo ex-ministro de tentativa de interferência política.

24/04/2020 13h50
58
Por: Redação 2 Fonte: Correio do Povo
Moro falou com a imprensa após Bolsonaro formalizar o desligamento de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal – o ministro frisou que não assinou a exoneração do colega - Foto: Marcos Corrêa/PR
Moro falou com a imprensa após Bolsonaro formalizar o desligamento de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal – o ministro frisou que não assinou a exoneração do colega - Foto: Marcos Corrêa/PR

Após o anúncio da saída do governo pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que fará um pronunciamento durante a tarde desta sexta. Por suas redes sociais, o chefe do Executivo nacional disse que realizará uma coletiva para comentar a renúncia e o discurso do ex-juiz federal, que o acusou de interferência política na Polícia Federal (PF).

Pela manhã, Moro falou com a imprensa após o desligamento de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da PF, publicado no Diário Oficial da União. O ministro frisou que não assinou a exoneração do colega, que não queria deixar o cargo, ao contrário do que sugera o texto. “Fiquei sabendo pelo Diário Oficial, não assinei esse decreto”, disse o ministro, que considerou o ato “ofensivo”.

Na visão dele, a demissão de Valeixo de forma “precipitada” foi uma sinalização de que Bolsonaro queria a sua saída do governo. “O presidente me disse que queria ter uma pessoa do contato pessoal dele, que ele pudesse colher informações, relatórios de inteligência, seja diretor, superintendente, e realmente não é o papel da Polícia Federal prestar esse tipo de informação. As investigações têm de ser preservadas", afirmou.

Ele1 - Criar site de notícias