Coronavírus

Mandetta: Se doença levantar toda em bloco vai ser muito mais difícil monitorar

Ministro explicou ainda que característica da doença no País não é, ao menos por enquanto, de alta letalidade individual

19/03/2020 17h32
Por: Redação
62
Dados foram divulgados durante coletiva de imprensa do Ministério da Saúde nesta quinta-feira | Foto: Ministério da Saúde / Divulgação / CP
Dados foram divulgados durante coletiva de imprensa do Ministério da Saúde nesta quinta-feira | Foto: Ministério da Saúde / Divulgação / CP

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou nesta quinta-feira durante a avaliação diária do avanço do coronavírus, o caráter nacional da doença no País.

"Vocês viram o aumento da transmissão sustentada (no Brasil). À exceção da região Amazônica, todas as outras regiões têm aumentos sistemáticos em blocos (da covid-19)", disse o ministro.

"Cenário da covid-19 no Brasil tem caráter mais nacional do que regional e se (a doença) levantar toda em bloco vai ser muito mais difícil de monitorar".

Mandetta explicou, no entanto, que a característica da covid-19 no País não é, ao menos por enquanto, de alta letalidade individual. Em São Paulo, por exemplo, onde foram registradas os primeiros óbitos, a taxa é de 1%. Ele explicou ainda que 98% dos infectados "vão bem" e outros 2% são muito graves. 

O ministro alertou que "para cada um dos confirmados deve ter um número de não confirmados" e que os registros atuais "são só ponta do iceberg", o que justifica a necessidade de "se fazer travas", com restrições já adotadas.

"Estamos no pé da montanha. Como o vírus tem 14 dias, o que fizemos 14 dias atrás é o que reflete", completou ele, numa referência ao período máximo de incubação do novo coronavírus.

O Ministério da Saúde ainda confirmou que Porto Alegre já tem transmissão comunitária do novo coronavírus, o que significa que não é mais possível em algumas localidades rastrear a origem da infecção de uma ou mais pessoas.

São Paulo segue como foco da disseminação do vírus, com 286 casos. Em seguida vêm Rio de Janeiro (65), Brasília (42), Bahia (30), Minas Gerais (29) e Rio Grande do Sul e Pernambuco (28). Além desses estados, foram registrados casos no Paraná (23), Santa Catarina e Ceará (20), Goiás (12), Espírito Santo (11), Mato Grosso do Sul (nove), Sergipe (seis), Alagoas (quatro), Acre e Amazonas (três) e Pará, Tocantins, Rio Grande do Norte e Paraíba (um).

Campo Grande - MS
Atualizado às 03h23
18°
Chuva fraca Máxima: 27° - Mínima: 20°
18°

Sensação

20 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Mais ALEMS
Municípios
Cortesia Doe Sangue
Últimas notícias
Old School Conveniência
Mais lidas
AACC
Cortesia Hemosul
Café Marita