Coronavírus

Governo decreta situação de emergência e pedirá à ALMS estado de calamidade

Determinação deverá ser publicada em decreto publicado no Diário Oficial de sexta-feira

19/03/2020 15h26
Por: Redação
Fonte: Correio do Estado
54
Reinaldo Azambuja durante coletiva nesta quinta. (Foto: Reprodução, Governo de MS)
Reinaldo Azambuja durante coletiva nesta quinta. (Foto: Reprodução, Governo de MS)

O governador Reinaldo Azambuja anunciou que vai decretar situação de emergência por conta do novo coronavírus, o Covid-19. Além disso, encaminhará um decreto legislativo pedindo a implantação de estado de calamidade pública.

Com o decreto, abre-se a possibilidade para que o Estado descumpra algumas regras da responsabilidade fiscal, tenha flexibilização dos gastos e poderá assim, ampliar os recursos na compra de utensílios e medicamentos, além de permitir a contratação de profissionais na área da saúde.

“Esse decreto faz uma flexibilização, se a assembleia assim aprovar, de algumas metas fiscais que poderão ser descumpridas por Mato Grosso do Sul. Se nós não tivermos um decreto desse que nos ampare, teremos enormes responsabilidades e podemos até criar problemas maiores para o povo sul-mato-grossense. Estamos enviando para a assembleia para que eles nos autorizem o decreto de calamidade para que a gente possa ter tranquilidade”, afirmou Reinaldo Azambuja.

O governador ainda declarou que o momento é de luta contra a doença e pede para que as pessoas permaneçam em casa, evitando aglomerações que ajudaria na propagação do coronavírus. “Momento agora é de preservar vidas, nós temos que fazer todo o esforço conjunto, de manter o maior número de pessoas dentro das residências. Evitar o maior número de circulações de pessoas que possam estar indo e vindo”.

O Governo ainda fechará todos os parques e centros esportivos de Mato Grosso do Sul sob a sua administração. A medida, que deverá ser publicada em decreto no Diário Oficial do Estado de sexta-feira (20), foi anunciada nesta tarde pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), durante live nas redes sociais do governo.

Nesta quinta-feira a Prefeitura de Campo Grande já havia tomado essa medida nas praças e parques da Capital. A determinação é uma forma de reduzir a circulação de pessoas e tentar conter o avanço do Covid-19, o novo coronavírus, declarado como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Todos os parques e principalmente os centros esportivos estaduais nós vamos proibir a visitação. Isso é importante para evitar o que acontece nos finais de semana, que muitas pessoas se aglomeram fazendo exercício, para uma confraternização, e nesse momento nós temos que manter essas pessoas dentro de casa, é muito importante termos essa consciência, preservar principalmente os nossos idosos. É muito importante eles estarem em casa e não receberem a visita de gente de fora”, declarou Azambuja durante o vídeo.

Boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostrou que subiu para nove o número de casos confirmados no Estado, são oito em Campo Grande e um em Sidrolândia.

Campo Grande - MS
Atualizado às 02h40
18°
Chuva fraca Máxima: 27° - Mínima: 20°
18°

Sensação

26 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Mais ALEMS
Municípios
Cortesia Doe Sangue
Últimas notícias
Old School Conveniência
Mais lidas
AACC
Cortesia Hemosul
Café Marita