Black Friday

Procon Estadual manterá equipes nas ruas para orientar consumidores e evitar que sejam enganados na Black Friday

A grande maioria dos estabelecimentos comerciais age com honestidade. Entretanto é sempre bom o consumidor ficar atento para possíveis ações indevidas.

28/11/2019 17h22Atualizado há 7 dias
Por: Redação 2
Fonte: Procon MS
Foto: Procon/MS
Foto: Procon/MS

Tido como o dia D da “mega promoção” denominada Black Friday,  aproxima-se a  sexta-feira dia 29, data aguardada por milhares de consumidores como oportunidade para realizar “bons negócios”, na tentativa de  se beneficiar com aquisição de bens a preços mais acessíveis. Entretanto, algumas redes de lojas anteciparam e, como previsto, problemas já começaram a acontecer.

No sentido de proteger o cidadão, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast, orienta as pessoas a  tomarem todas as precauções e verificar se, realmente, se trata de promoções confiáveis ou se  há possibilidade de cair em alguma  armadilha, no que muitos já  se referem  como “black fraude” e  estão atentos para não adquirirem objetos “pela metade do dobro” do preço, quando fornecedores reajustam os valores para “maquiar” descontos.

Nesse sentido o Procon Estadual orienta as pessoas que necessitam adquirir algum produto e  que estão aguardando a promoção, que ainda há tempo para passar pelas lojas que comercializam o item pretendido e o fotografar ou, de alguma maneira, registrar o preço atual para depois avaliar se, realmente, está conseguindo algum benefício, e se a loja está realizando o que promete.

A grande maioria dos estabelecimentos comerciais age com honestidade. Entretanto é sempre bom o consumidor ficar atento para possíveis ações indevidas. ”Verificar  antecipadamente os preços daquilo que se pretende comprar será interessante até como forma de inibir abusos que possam estar sendo programados”, orienta o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão.

Outro fator que deve chamar a atenção dos consumidores  trata-se das compras virtuais. A orientação é que os pretensos compradores fiquem atentos para não caírem em armadilhas. Para isso nunca deixem de se certificar que o site é confiável. Uma das primeiras providências é verificar a existência de um ícone de cadeado em algum lugar da página  inicial. Além disso, para ficar mais seguro o consumidor pode acessar o site do Procon Estadual onde consta uma lista de sites não confiáveis. “Toda a atenção é indispensável para aquisições, seja de qual produto for, de maneira virtual” reafirma Salomão.

Na sexta-feira, 29, o órgão estadual de defesa do consumidor terá equipes  nas  ruas centrais e nos shoppings da Capital para  atender o cidadão que tiver dúvidas  ou problemas a serem encaminhados, em tempo real. Além do atendimento na sede do órgão  (rua 13 de Junho 930) uma van do Procon/MS estará  na rua Barão do Rio Branco entre  Calógeras e  14 de Julho, desde as  sete horas da manhã e servidores ficarão circulando pelas ruas centrais à disposição daqueles que tiverem dúvidas ou se sentirem prejudicados.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Campo Grande - MS
Atualizado às 05h01
21°
Muitas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 19°
21°

Sensação

7 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
Café Marita
Municípios
Espetaculo Delivery
Últimas notícias
Old School Conveniência
Mais lidas
AACC