Vereador Dr. Cury

Em Audiência Pública, Dr. Cury ressalta a importância das aulas de educação física na saúde das crianças e adolescentes

A audiência foi realizada em conjunto com o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) e o Instituto Sangue Bom.

27/11/2019 14h25
Por: Redação 2
Fonte: Assessoria de Imprensa Vereador Dr. Cury

O vereador Dr. Cury, ressaltou a importância das aulas de educação física na saúde e bem-estar das crianças e adolescentes. O parlamentar foi o propositor da Audiência Pública “A Importância da aula de Educação Física para Prevenção da Obesidade, Depressão e Suicídio em Crianças e Adolescentes”, realizada na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta manhã (27/11).

A audiência foi realizada em conjunto com o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) e o Instituto Sangue Bom.

Para Dr. Cury, o objetivo da audiência foi alcançado, que era discutir a influência positiva que a realização de aulas de Educação Física tem para a vida das crianças e adolescentes. “Hoje, os malefícios que a falta da prática de exercícios traz, foram apresentados por profissionais capacitados e renomados da nossa Capital. Foram trazidas ótimas ideias e sugestões de melhorias, que impactarão de forma positiva na vida das crianças e adolescentes. Nosso objetivo é tê-los saudáveis e felizes”, afirmou.

Em sua apresentação, o Professor de Educação Física e Professor do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Antônio José Grande, trouxe evidências científicas do quanto à prática de exercícios físicos traz bem-estar e faz bem à saúde das crianças. Segundo dados passados pelo professor, 49% das crianças têm algum transtorno mental.

Em sua explanação, a Promotora Filomena Fluminhan, da 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública, falou sobre o índice de suicídio e tentativas de suicídio entre crianças, jovens e adolescentes na Capital. “Campo Grande e Mato Grosso do Sul estão em 2º lugar com maior índice de mortes por suicídio, sendo a 2ª maior causa de morte entre jovens”, disse.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), apresentados pela promotora, os municípios com mais CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), obtiveram baixa em mortes por suicídio. A OMS tem a meta de reduzir em 10%, até o ano 2020, as mortes por suicídio.

“Os índices têm aumentado assustadoramente. De janeiro a julho de 2019, foram registrados 64 óbitos por suicídio, 70,3% homens e 29,7% mulheres. Todos os órgãos públicos podem trabalhar na prevenção, tendo ações eficazes e incentivando práticas, como os exercícios físicos e as aulas de educação física”, afirmou.

Diretor-presidente do Instituto Sangue Bom, Carlos Rezende (Professor Carlão), comentou sobre o aumento da obesidade, citando a má alimentação e a falta de exercícios físicos. “A educação Física precisa voltar a ocupar o espaço que já teve”.

Representando o Coordenador do Curso de Educação Física da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Marcelo Victor da Rosa, a Professora de Educação Física, Sandra Correia Diettrich, ressaltou o grande desafio da profissão, que é fazer com que a pessoa saia da inatividade, dando a sugestão de aumentar o número de aulas nas escolas, ampliar atividades e envolver a família e a comunidade.

Dr. José Mendes de Carvalho Filho, Assessor Executivo, esteve representando o Secretaria Municipal de Saúde. Para ele, as crianças se isolaram com o uso descontrolado de celulares, videogames e tecnologias. “Precisamos voltar a ter contato, ter proximidade, provocar emoções nas crianças. Aparelhos celulares e computadores aumentam 8x mais a obesidade em crianças”, afirmou.

Rodrigo Terra, Diretor-Presidente da FUNESP (Fundação Municipal de Esportes) comentou sobre a luta que os profissionais têm travado há anos. “Nós que militamos há muito tempo, entendemos e sabemos da importância da educação física. É muito bom ver profissionais renomados da área da saúde ressaltando a importância da prática esportiva fora das escolas. Precisamos valorizar e incentivar ações dessa natureza”, disse.

Para Joacyr Lima de Oliveira Junior, Presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF), as escolas e autoridades têm, cada vez mais, se esquecido da importância das atividades físicas. “A atividade física está sendo preterida nas escolas, temos que entender que as crianças precisam brincar e praticar exercícios e a figura do professor de educação física é fundamental nisso. Parabéns ao vereador por essa importantíssima iniciativa”, paracebenizou.

Representando a Secretaria Municipal de Educação, Eliana de Mattos Carvalho passou informações sobre as aulas na Rede Municipal, destacando os pontos que influenciam, como, cada vez mais o espaço para as atividades estarem diminuindo, questões de insalubridade e as cantinas trabalharem com alimentos saudáveis. Outro ponto levantado foi dar mais atenção à capacitação dos profissionais de educação física.

De acordo com o Vice-presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, Dr. Marcos Estêvão dos Santos Moura, “as aulas de educação física melhoram a vida como um todo. Com elas, vemos não apenas a recuperação, mas uma forma de substituição de prazer”, disse.

O vereador Dr. Cury levará todas as demandas da audiência ao prefeito, e fará o pedido de que seja feito um plano das aulas de educação física que estimulem a prática de exercícios nas escolas, voltando a formar competições entre os alunos, incentivando a prática saudável.

Também estiveram na Mesa, o representante da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Mato Grosso do Sul), Dr. João Paulo Pequim Taveira, Secretário Geral da Comissão de Esporte e Lazer da OAB/MS, Porto Vanderlei, Presidente da Comissão de Saúde do CREF11/MS (Conselho Regional de Educação Física), a representante da Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul, Coordenadora da Coordenadoria de Psicologia Educacional, Paola Nogueira Lopes e a Coordenadora do Curso de Medicina da UFMS, Debora Marchetti Chaves Thomaz.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Campo Grande - MS
Atualizado às 11h41
25°
Muitas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 21°
25°

Sensação

20 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
Café Marita
Municípios
Espetaculo Delivery
Últimas notícias
Old School Conveniência
Mais lidas
AACC